MX3D 3D Printed Bridge Banner

ENSINO ENVOLVENTE

A tecnologia mais inteligente leva os alunos até novos mundos

Tempo de leitura: 4 Minutos

O Lenovo VR Classroom projetado para o ensino e o aprendizado, está mudando o modo como os estudantes aprendem, ao permitir que experimentem uma imersão direta nos ambientes que estão estudando.


São 13h de uma terça-feira. Você terminou um jogo de perguntas e respostas na aula de história. Agora, você está encarando um jaguar nos olhos e se esquivando de juparás peludos pulando no alto das árvores da floresta Amazônica.

O que havia começado como mais um dia típico na Escola de Ensino Médio Fort Worthington, em Baltimore, ficou incrível quando os alunos entraram na sala de ciências. Ela não é uma sala de aula comum. Ela é uma sala com o Lenovo Virtual Reality (VR) Classroom, tecnologia que permite que os professores enviem seus alunos para os mais distantes ambientes do planeta – e fora dele também.

Fort Worthington tem uma das 500 salas de aula, que estão espalhadas pelos EUA, Reino Unido e vários outros países ao redor do mundo, que estão transformando o modo como os alunos aprendem graças à realidade virtual da Lenovo. Quando os alunos colocam os headsets Lenovo Daydream, podem viajar para milhares de lugares – do Deserto do Saara à superfície de Marte. Isso significa que uma criança sentada numa sala de aula em Baltimore pode, em questão de segundos, estar olhando para formações de arenito no Grand Canyon ou vendo o cume tempestuoso do Monte Everest. Sem a necessidade de usar um ônibus escolar, ter permissão dos pais para viajar ou precisar de um acompanhante.

“Elas não podiam fazer isso antes. Há crianças que, literalmente, olham ao redor e dizem ´Nossa! A gente tá na praia!´ Você coloca o headset e vive uma experiência completamente diferente”, diz Farron George, uma professora de tecnologia do sistema de ensino público de Baltimore.

Para o aluno de Fort Worthington, Brian Williams, é uma experiência sensacional.

“Quando uso [um headset de realidade virtual], me sinto à vontade”, diz Williams. “Você vê coisas que não costuma ver na vida real.”

“É simplesmente uma experiência completamente diferente para eles do ponto de vista do aprendizado”, acrescenta Chris Patterson, um professor de ciências no sistema de ensino público de Baltimore. “Através dos óculos de realidade virtual, os alunos têm uma experiência em primeira mão, de modo que sentem que estão realmente lá.” E essa imersão profunda ajuda a fazer com que “o conhecimento permaneça com eles", ao mesmo tempo em que mantém as distrações externas sob controle, ele diz.

Com o Lenovo VR Classroom, os professores contam com mais um recurso, para manter os alunos animados – e engajados – com o tema da aula. Ele é um ativo valioso para os educadores, que, durante muito tempo, dependeram das ferramentas padrão de aprendizado, para complementar seus planos de aula (livros didáticos, apresentações em PowerPoint, vídeos educacionais, e assim por diante). Agora, uma aula sobre nutrição pode ser complementada com uma excursão pelo trato digestivo, usando a realidade virtual. Uma aula sobre o sol? Ela pode ser aperfeiçoada com um rápido passeio pela Via Láctea. Quando usam os headsets de realidade virtual, os alunos ficam completamente imersos no tema, como jamais estiveram antes – e estudos têm demonstrado que a imersão leva ao engajamento, e este à retenção do conhecimento.

VR

Não fique apreensivo: os professores não participam dessa experiência imersiva sem treinamento. A Lenovo oferece aos educadores uma solução completa para a sala de aula, do hardware aos planos de aula. Além dos headsets – os quais vêm todos equipados com sensores de movimento WorldSense™ com campo de visão de 110°, um controlador manual para interatividade e cujas partes almofadadas podem ser higienizadas – cada kit inclui Chromebooks Lenovo 300e, um Ruckus R510 Access Point para rede Wi-Fi rápida, um aplicativo Google Expeditions com mais de 1.000 excursões virtuais, vídeos da Wild Immersion com o apoio da Jane Goodall e 10 planos de aula personalizados.
 

O mundo lá fora é grande, e uma tecnologia como a de realidade virtual está ajudando a ampliar os horizontes de professores e estudantes, ao mesmo tempo em que serve como um nivelador para crianças que não têm condições de visitar o Louvre ou o National Mall na vida real. Durante muito tempo, a educação tradicional esteve focada na retenção de fatos e na memorização por repetição. Com tantas informações girando ao redor da sala de aula e pelo espaço digital, os alunos ficam facilmente sobrecarregados e acabam perdendo o foco. Embora os alunos possam reter fatos obtidos em um livro didático, raramente estão equipados com as ferramentas para implementar essas informações, para aplicar as lições da escola a situações do mundo real que requerem tanto conhecimento quanto competências de pensamento crítico. 

A tecnologia virtual está ajudando a resolver esse problema pedagógico persistente. Quando os alunos entram em um mundo virtual, como a floresta Amazônica mencionada acima, eles não apenas estão aprendendo sobre as preferências alimentares de uma capivara ou a coloração de advertência de uma rã flecha – mas estão observando a ciência em ação e dentro de um contexto. Estão aprendendo sobre o tema ao vivenciá-lo virtualmente.

 

VR Center Headset

Em um Lenovo VR Classroom, os alunos também estão adquirindo habilidades tecnológicas que serão demandadas deles quando ingressarem no mercado de trabalho. Aulas de digitação durante um semestre não serão mais suficientes. Os trabalhadores do futuro precisam estar à vontade com a tecnologia avançada. Aprender a operar dentro de realidades aumentadas e virtuais é o primeiro passo da educação técnica, contínua e crucial desses estudantes.

 

Segundo um relatório de 2013 de pesquisadores da Universidade de Colúmbia, determinadas competências específicas serão demandadas dos estudantes do século XXI, incluindo “empatia, pensamento sistêmico, criatividade, alfabetização digital e raciocínio abstrato”. Todos esses atributos, os pesquisadores concluíram, “são difíceis de ensinar”, especialmente com métodos tradicionais, como palestras verbais.

 

Os pesquisadores acreditam que a realidade virtual detém a chave para oferecer “experiências mais imersivas, envolventes”, com implicações e aplicações mais abrangentes. O estudo descobriu que usar a realidade virtual na sala de aula proporciona aos estudantes experiências mais envolventes, autênticas, empáticas e criativas.

 

A Diretora de Fort Worthington, Monique Debi, testemunhou a transformação da realidade virtual em primeira mão.

 

“Estamos realmente vendo um aumento na empolgação, na aprendizagem”, ela diz sobre o Lenovo VR Classroom. Os alunos estão se envolvendo com o material de maneira tão completa, ela continua, que estão começando a fazer perguntas que vão além do currículo.

 

“Eles estão falando, ‘Agora, quero fazer algumas pesquisas’”, diz Debi. “Agora, quero conhecer as montanhas em Fiji.”

Explore a tecnologia da Lenovo

ThinkPad

Lenovo VR Classroom

Explorar

Lenovo PCs & Tablets

PCs e Tablets Lenovo

Descobrir

Lenovo Small Business Solutions

Soluções Tecnológicas da Lenovo

Saiba Mais


Mais Histórias