Notícias

Lenovo anuncia lucro recorde no último trimestre de 2011

   

Lenovo anuncia lucro recorde no último trimestre de 2011

 

  • Vendas recordes no trimestre de US$8,4 bilhões
  • Renda bruta recorde de US$192 milhões
  • Lucro atribuível aos acionistas de US$153 milhões
  • O maior market share já alcançado de 14,0%
  • O maior market share já alcançado na China de 35,3%
  • Lucro Por Ação Básico de 1,50 centavos em moeda norte-americana, ou 11,67 centavos de moeda de Hong Kong
  • Reservas de caixa líquido de US$3,9 bilhões (em 31 de dezembro de 2011).

 

São Paulo, 9 de fevereiro de 2012A Lenovo anunciou hoje os resultados para seu terceiro trimestre fiscal encerrado em 31 de dezembro de 2011, destacados pelos recordes nas vendas do trimestre, renda bruta e market share, esse é o 11º trimestre consecutivo em que a Lenovo tem crescimento mais rápido do que a indústria como um todo. Pelo nono trimestre seguido, a empresa cresceu mais rápido do que qualquer outra das quatro principais fabricantes de computadores, um resultado da postura da Lenovo em centrar-se continuamente no crescimento equilibrado por todas as regiões do mundo, segmentos de clientes e linhas de produtos. Durante o terceiro trimestre, que compreende o período de outubro a dezembro de 2011, a Lenovo registrou seu mais alto market share já alcançado, 14,0*%, e seu mais alto market share já alcançado na China, 35,3%, um aumento de 3,7 e 3,1 pontos de participação em relação ao ano anterior, respectivamente.      

Durante o terceiro trimestre fiscal, a renda bruta da Lenovo aumentou 59% em relação ao ano anterior, atingindo uma alta recorde de US$192 milhões.

O lucro bruto da empresa para o terceiro trimestre aumentou em 47% em relação ao ano anterior, chegando a US$954 milhões, com a margem bruta a 11,4%. O lucro operacional para o terceiro trimestre foi de US$193 milhões, enquanto que o lucro atribuível aos acionistas cresceu em 54% em relação ao ano anterior, atingindo o valor de US$153 milhões.

Com base na forte execução da estratégia de “Proteger e Atacar” da empresa, a Lenovo chegou às vendas recordes de US$8,4 bilhões durante o terceiro trimestre fiscal, um crescimento de 44% em relação ao ano anterior. Enquanto a indústria mundial de computadores se esforçou para se manter estável em relação ao ano anterior, as remessas de PCs da Lenovo cresceram 37%, ultrapassando igualmente o crescimento/queda da indústria na China, mercados emergentes e mercados estabelecidos.     

O lucro por ação básico para o terceiro trimestre fiscal foi de 1,50 centavos em moeda norte-americana, ou 11,67 centavos em moeda de Hong Kong. As reservas de caixa líquido em 31 de dezembro de 2011 totalizaram US$3,9 bilhões. PC businesses in

No mês passado a Lenovo participou do Consumer Electronics Show (CES) em Las Vegas e apresentou a um público mundial os novos produtos, como o IdeaPad Yoga, um tablet/ultrabook híbrido; o IdeaCentre A720, o computador All In One mais fino do mundo (com 27 polegadas); o K91 Smart TV, e a visão da empresa sobre a tecnologia “Personal Cloud”. A empresa levou para casa um total de 23 prêmios.

Apesar da escassez mundial de HD no trimestre passado, a Lenovo continuou alcançando um forte crescimento com os resultados recordes em market share e lucro, assim como a alta recorde com a renda bruta de US$192 milhões. Pela primeira vez, a Lenovo se tornou a empresa que mais vende PCs comerciais e desktop de consumo no mundo”, afirmou Yang Yuanqing, diretor geral e presidente da Lenovo. “Vimos forte progresso em nosso negócio de internet móvel. Durante o trimestre, a Lenovo vendeu mais de 6,5 milhões de telefones, sendo que quase a metade deles eram smartphones. O market share em smartphones da Lenovo na China chegou a dois dígitos em dezembro. Também vemos forte ímpeto em nosso negócio de tablet. Todo esse sucesso demonstra que a Lenovo construiu fortes bases para os próximos passos além dos PCs tradicionais”.

 

VISÃO GERAL POR REGIÃO

  • ·         O market share da Lenovo China cresceu 3,1 pontos percentuais durante o terceiro trimestre fiscal, chegando ao market share mais alto da história da Lenovo na China, 35,3%. No maior mercado mundial de computadores, a Lenovo aumentou a diferença de participação que possui entre suas principais concorrentes e continuou a superar o mercado chinês, especialmente nas cidades emergentes e entre os clientes rurais. A Lenovo registrou US$3,5 bilhões em vendas consolidadas na China no terceiro trimestre, um aumento de 30% em relação ao ano anterior, e somando 42% das vendas mundiais da empresa. As remessas de computadores da Lenovo na China aumentaram 28% em relação ao ano anterior, quase o dobro do crescimento de 17% da indústria geral de remessas de computadores na China.

  • Nos mercados emergentes**, as vendas consolidadas da Lenovo totalizaram US$1,3 bilhões para o terceiro trimestre fiscal, um aumento de 13% em relação ao ano anterior e 15% das vendas mundiais da empresa. As remessas de computadores da Lenovo na região aumentaram em 23% em relação ao ano anterior no terceiro trimestre, mais do que cinco vezes o crescimento, de apenas 4%, da indústria geral na região. A Lenovo aumentou seu market share em 1,2 pontos percentuais em relação ao ano anterior na região, chegando a 7,8%. Os negócios da Lenovo na Índia permaneceram fortes, com remessas de computadores de até 28% durante o terceiro trimestre, e o market share recorde de 13,7%. O crescimento da empresa na América Latina continuou a impressionar, com remessas de computadores na região crescendo 54%. Na Rússia, a Lenovo cresceu as remessas de PC em 23% em relação ao ano anterior   

 

  • Mercados maduros*** somando US$3,6 bilhões em vendas consolidadas, um aumento de 81% em relação ao ano anterior, atribuível primeiramente ao sucesso duramente conseguido no Japão e na Alemanha, com a joint venture da empresa com a NEC e a aquisição da Medion, respectivamente. Como resultado, os mercados maduros somaram 43% das vendas mundiais da empresa durante o terceiro trimestre fiscal. O aumento da demanda em oportunidades de computadores corporativos na Europa Ocidental e América do Norte resultou em um surpreendente aumento de 67% em relação ao ano anterior nas remessas de PC da Lenovo nos mercados maduros durante o terceiro trimestre, em comparação ao declínio de 8% da indústria geral nos mercados maduros. De modo significativo, a Lenovo ganhou 4,2 pontos de market share no terceiro trimestre e registrou uma alta histórica de 9,4% em market share na região, e rapidamente chegando à marca de dois dígitos. Na América do Norte, as remessas de computadores da Lenovo aumentaram 40%, em um mercado que estava em baixa de 7%.    

 

VISÃO GERAL POR CATEGORIA

  • As vendas mundiais consolidadas dos negócios de computadores notebook da Lenovo no terceiro trimestre fiscal totalizaram US$4,5 bilhões, um crescimento de 30% em relação ao ano anterior. Os notebooks Lenovo são o produto que mais contribui para as vendas mundiais da empresa, gerando 53% do lucro total de vendas. As remessas de notebooks da empresa no mundo no terceiro trimestre chegaram a 41% em relação ao ano anterior, em comparação a um crescimento na indústria de apenas 3%.

 

  • As remessas de desktop da Lenovo para o terceiro trimestre fiscal aumentaram em 32% em relação ao ano anterior, em comparação ao declínio de 3% da indústria. A Lenovo é agora a maior fornecedora de desktops do mundo e a terceira maior fornecedora de desktops corporativos. Vendas consolidadas de desktop da Lenovo no mundo no terceiro trimestre totalizaram US$2,8 bilhões, um crescimento de 39% em relação ao ano anterior, e 33% do lucro em vendas totais da Lenovo.

 

  • O MIDH (Internet Móvel/Digital Home) da Lenovo registrou US$565 milhões em vendas consolidadas durante o terceiro trimestre fiscal. Levadas pelo lançamento bem sucedido dos smartphones A60 e P70 smartphones, as remessas de smartphones da Lenovo na China aumentaram 20 vezes em relação ao ano anterior para o trimestre. Remessas de feature phones da Lenovo aumentaram em 26,2%, em comparação a uma queda geral do mercado de 12%. Remessas de tablets continuaram a mostrar um bom ímpeto com resultados de remessa de unidade superiores ao dobro do trimestre anterior. A Lenovo é a vendedora de tablets número dois da China, de acordo com as mais recentes estimativas da indústria. Durante o último trimestre, a Lenovo realizou diversos anúncios a cerca o catálogo de produtos MIDH da empresa, incluindo o S2 smartphone, IdeaTab S2 tablet, o K91 smart TV e a visão da empresa sobre a tecnologia “Personal Cloud”.

 

 

SOBRE A LENOVO

A Lenovo (HKSE: 992) (ADR: LNVGY) é uma empresa de tecnologia pessoal avaliada em $US21 bilhões – e a segunda maior empresa de computadores do mundo, servindo clientes em mais de 160 países. Dedicada à construção de computadores e dispositivos de internet móvel com engenharia excepcional, os negócios da Lenovo são desenvolvidos com base na inovação de produto, uma cadeia de fornecimento global altamente eficiente e forte execução de estratégia. Formada pela aquisição da antiga IBM Personal Computing Division pelo Grupo Lenovo, a empresa desenvolve, fabrica e comercializa produtos e serviços confiáveis, de alta qualidade, seguros e de fácil utilização. As suas linhas de produtos incluem lendários computadores corporativos Think-Branded e computadores de varejo Idea-Branded, assim como servidores, worstations e uma família de dispositivos de internet móvel, incluindo tablets e smart phones. A Lenovo possui importantes centros de pesquisa em Yamato, no Japão; Pequim, Xangai e Shenzhen, na China; e Raleigh, Carolina do Norte.  Para mais informações, acesse www.lenovo.com.

 

* Vide comunicado IDC 2011Q4

** Inclui África, Ásia-Pacífico, Europa Central/Oriental, Hong Kong, Índia, Coreia, América Latina, México, Oriente Médio, Paquistão, Rússia, Taiwan, Turquia

***Inclui Austrália/Nova Zelândia, Israel, Japão, América do Norte, Europa Ocidental e contas globais

 

  

GRUPO LENOVO

 RESUMO FINANCEIRO
Do terceiro trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2011
(em milhões de dólares norte-americanos, exceto dados de participação)

  

 

 


3º Trimestre
11/12


3º Trimestre
10/11


Mudança em relação ao ano anterior

Vendas

 

8.372

5.808

44%

Lucro Bruto

 

954

648

47%

Margem de Lucro Bruto

 

11,4%

11,2%

0,2pt

Custos Operacionais

 

(761)

(524)

45%

Razão Despesa-Renda

 

9,1%

9,0%

0,1pt

Lucro Operacional

 

193

124

55%

Outras Despesas Não Operacionais

 

(1)

(3)

(71%)

Renda Bruta

 

192

121

59%

Taxação

 

(38)

(21)

80%

Lucro para o período

 

154

100

55%

Participação Minoritária

 

(1)

0

n/a

Lucro atribuível aos Acionistas

 

153

100

54%

Lucro Por Ação Básico (em centavos de dólar norte-americano) Diluído

 

 

1,50

1,46

 

1,03

0,98

 

0,47

0,48